quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Ilusões

E pensei que eu poderia ser grande.
Que eu poderia ser forte.
Que eu poderia se interessante.
Pensei que eu poderia vencer.
Que eu poderia crescer.
Que eu poderia ser eu mesma.
Pensei que não haveria preconceito.
Que não haveria desrrespeito.
Que não haveria maldade.
Pensei que haveria liberdade.
Que haveria diálogo.
Que haveria entendimento.
Pensei no respeito.
Pensei no amor.
Pensei na gratidão.
Vocês pensaram no dinheiro.
Pensaram nos outros.
Pensaram no que falam.
Pensaram em vocês
Vocês esqueceram de mim.
Vocês me prometeram liberdade.
Vocês me prometeram a felicidade.
E agora,
Agora esqueceram o que disseram.
Jogaram fora tudo que fizeram.
Vocês pensaram mais nos outros.
Pensaram mais em vocês.
A gratidão está ferida,
Pelas vezes que me cobraram ela.
O respeito, estão perdendo,
Pois vocês não conseguem me respeitar.
Ainda resta o amor,
Esse não consigo de mim tirar.
Pois ainda são meus pais.
Mas, pensei que poderia ser feliz.
Ilusão minha?! Deve ser...


(Alto-biografico?! Acho que não)



Ps.: O livro do post abaixo, eu tenho ele, assim que acabar de lê-lo, empresto pra quem quiser...

6 comentários:

Luuuuize! disse...

gostei daqui! é pra realmente se pensar no que tu escreveu,acho que essa é a realidade que a gente vive.

beeeijos

darsh. disse...

vc mora muito longe para me emprestar =/

' Sofih disse...

É assim mesmo eu acho...
Bjos!

Maah disse...

nossa, que liindo *-*
bom, no final das coisas (da maioria pelo menos) nada passou de uma simples ilusao...
beeijo =**

Jamana disse...

Oie.....
belo texto...
acho que tem momentos que agente se sente assim mesmooo....
Ah!!!!
Qual o nome do livro e o autor???
eu gostei...
Só não vou pedir emprestado por eu moro do outro lado da Bola, onde judas perdeu os adidas.
bjx...
:)

Camila :) disse...

, vc naum podiia, vcpode tudo isso q escreveeu :)